logo
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
MUSEUM
COLLECTIONS
EXHIBITIONS
SERVICES AND ACTIVITIES
SHOP
WHAT’S NEW?
INFORMATION

Newsletter




Autenticação

Partilhar

Facebook Image

 Google Arts & Culture

Denominação: Cravo
Classif. Organológica: Cordofone de teclas, pinçado com plectro
Autoria: Joaquim José Antunes
Local / Datação: Portugal / 1758


 

Um dos ex-libris da colecção do Museu da Música. As suas características históricas e organológicas fazem dele uma peça valiosíssima, única no conjunto patrimonial do País, não só pela sua antiguidade e raridade, mas ainda por ser testemunho único da extremada técnica de construção portuguesa de setecentos, onde se reconhece uma forte e bem estabelecida tradição de artesanato musical com orientações próprias.
É um dos poucos exemplares sobreviventes portugueses dessa época e por isso tão importante para a reconstituição da autêntica imagem sonora da música cravística pré-barroca e barroca produzida em Portugal por compositores como Domenico Scarlatti ou Carlos Seixas.
Este instrumento foi restaurado em 1986-87 na oficina de Wolf-Dieter Neupert, Alemanha (Bamberg). O restauro veio lançar luz sobre a arte dos mestres construtores de cravos portugueses. Muitos dos detalhes da construção atestam que o seu autor, Joaquim José Antunes, foi um dos mais importantes construtores portugueses de cravos do século XVIII, ilustre representante de uma técnica altamente desenvolvida.


Madeira de conífera, macacaúba, buxo, pau-santo, laranjeira, plectros de pena de corvo, latão
C=2280 mm
Museu da Música, inv. n.º MM 372