logo
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
MUSEUM
COLLECTIONS
EXHIBITIONS
SERVICES AND ACTIVITIES
SHOP
WHAT’S NEW?
INFORMATION

Autenticação

Partilhar

Facebook Image

 Google Arts & Culture

.:: Trio Caleidoscópio - CANCELADO PDF Print E-mail
Sexta-feira, 13 de Março de 2020 // 18:30 h

Franz-Jurgen Dorsam (Fagote), Marjana Rutkowski (Violoncelo), e Liliana Michelsen (Piano) Recital do Trio Caleidoscópio, formado por Franz-Jurgen Dorsam (Fagote), Marjana Rutkowski (Violoncelo) e Liliana Michelsen (Piano), com obras de Beethoven, Saint-Säens e Händel. Organização: Associação dos Amigos do Museu Nacional da Música. Bilhetes - Normal 5,00 / Sócio - 3,00.

 

MARJANA RUTKOWSKI é presença pontual em festivais e concertos no Brasil, Itália, Espanha, Inglaterra, Canadá, Estados Unidos, Israel e Portugal.

 

Aprendeu música e piano com a mãe aos 3 anos e iniciou o violoncelo com Jean-Jacques Pagnot aos 6 anos. Enquanto violoncelista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) e da Orquestra de Câmara Theatro São Pedro (OCTSP) dedicou-se a apresentar recitais. Marjana conquistou o Primeiro Prémio no I Concurso Nacional de Música de Câmara da Faculdade Santa Marcelina em São Paulo, assim como no VIII Jovens Solistas promovido por uma das três melhores orquestras sinfónicas no Brasil (OSPA).

 

Recebeu o título de Mestre em Música sob a orientação de Fritz Magg pela Hartt School of Music sob os auspícios da CAPES, instituição governamental de apoio à excelência académica. Aperfeiçoou-se através de fellowship da Yale University (EUA), onde foi Principal Cello do Yale Contemporary Players, com ênfase no repertório pós-1945. Também foi Principal Cello na Berkshire Orchestra (MA, EUA), na Saint Thomas Orchestra (NY, EUA) e na orquestra conhecida como Park Avenue Chamber Symphony (NY, EUA).

 

Em New York e Massachusetts manteve estúdio com aulas, masterclasses e recitais, cuja metodologia foi reconhecida pela pedagoga Rivka Golani.

 

Com o Duo Rutkowski-Olivé lançou o CD “Y También nos Iremos Riendo en el Camino”, gravado em Buenos Aires. Como solista e camerista gravou o CD duplo do West Village Chorale, realizado ao vivo em Manhattan.

 

Apaixonada por música de câmara, incentiva parcerias com amigos e colegas. No Brasil tem atuado em duos e trios. Inaugurou a série “Reencontro no Romantismo” que está em sua VI Edição, além de ter organizado um ciclo de recitais no Centro Histórico da Santa Casa.

 

É convidada a retornar a festivais como recitalista, faculty member, cellist-in-residence e coach do Kammermusik na Oxford University (Inglaterra), ArtsAhimsa Music Festival (EUA), Santa Fe Festival (NM, EUA), Ischia Chamber Music Festival (Itália), Bar Harbor Music Festival (EUA) e participa do LyricaFest of Boston nas edições de inverno e verão em 2017, 2018 e 2019 com Laura Bossert e Terry King.

 

Marjana é embaixadora do Brasil no comité consultivo internacional da Chamber Music Network, entidade que fomenta projetos camerísticos em vários países.


LILIANA MICHELSEN, pianista, nasceu no estado do Rio de Janeiro e iniciou a sua educação musical a partir dos 9 anos de idade, por ocasião da mudança para o Rio Grande do Sul com sua família. Após a sua formação musical no Brasil (é bacharel e mestre em piano solo pela UFRGS), fixou residência na Alemanha, onde residiu de 2007 a 2017. Na Alemanha tornou-se mestre em piano colaborativo pela Hochschule für Musik Nürnberg e integrou desde 2010 o corpo docente da Universidade de Música de Nurembergue (Hochschule für Musik Nürnberg) e da Universidade de Augusburg (Leopold-Mozart-Zentrum da Augsburg Universität).

 

No seu período estudantil foi agraciada com bolsas para participação em festivais de inverno internacionais do Brasil como o Festival de Campos do Jordão e Festival de Nova Friburgo, foi aluna em masterclasses de pianistas como Victor Rosenbaum, Richard Bishop, Emmanuel Strosser, Cristina Ortiz, Wolfgang Manz, entre outros. Na Alemanha estudou Liedgestaltung com o Prof. Marcelo Amaral e com o austríaco Prof. Helmut Deutsch, referência mundial no repertório de Lied, e teve formação complementar com Janine Bächler e Robert Holl, na Academia Internacional Hugo-Wolf de Stuttgart (Internationale Hugo-Wolf-Akademie).

 

Nas Hochschule für Musik Nünrberg e Augsburg Universität (desde 2010) foi docente de correpetição solo para cantores e para flautistas e também foi pianista assistente das classes de canto e de flauta de músicos de renome na Europa como Íride Martínez, Prof. Johannes Mannov, Prof. Elisabeth Kovacz, Prof. Susanne Kelling, Prof. Siegfried Jerusalem, Prof. Jan Hammar e Prof. Agnes Habereder, na área de canto, e na área de flauta, de Prof. Marcos Fregnani e Prof. Anne-Katherine Heinzmann. Foi pianista assistente em masterclasses ministrados pelo regente especialista em oratórios Prof. Frieder Bernius, pela cantora Prof. Ulricke Sonntag, cantor Prof. Konrad Jarnot e pelo primeiro flautista da Wiener Philarmoniker, Karl-Heinz Schütz. Participou nas edições de 2014 e 2015 como artista convidada do Festival Internacional de música de câmara de Nuremberg (Internationales Kammermusikfestival Nürnberg). Desenvolveu intensa atividade de concertos em duos bem recebidos pela crítica impressa na Bavária, com diversos cantores ativos em casas de ópera da Alemanha, Áustria, Letónia e China.

 

Voltou a residir no Brasil em 2017, e desde então ministrou masterclasses na Unirio, UNILA e em Porto Alegre, realizou uma tournée por cidades brasileiras com a soprano alemã Isabel Blechschmidt, concertos no RS com o barítono brasileiro Homero Velho, foi docente da UFPel, preparou cantores nas produções de ópera O Quatrilho (independente) e A Viúva Alegre (OSPA). Participou no IX e XX Festival Internacional de Música Sesc de Pelotas em 2019 e 2020 como pianista e vem participando em concertos como solista, com orquestra a duos com instrumentos diversos, integrando diversos ensembles tanto fixos como eventuais de música de câmara. Tem difundido a sua experiência com o repertório vocal na preparação de cantores ativos na cena musical do país, experiência assimilada através dos anos como preparadora vocal na Hochschule für Musik Nürnberg e na Augsburg Universität. Recentemente assumiu a direção artística e pedagógica do IPDAE (Instituto Porto-Alegrense de Arte e Educação) de Porto Alegre e é atualmente doutoranda em piano no Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

 

FRANZ-JÜRGEN DÖRSAM nasceu em Mannheim na Alemanha e começou a sua formação musical em Clarinete, Piano e Fagote com a Prof. Emil Schmitt, Fagotista no Nationaltheater Mannheim. Iniciou os estudos de Fagote com o Prof. Klaus Thunemann na Musikhochschule Hannover e continuou com o Prof. Alfred Rinderspacher na Musikhochshule Mannheim, onde se diplomou com mestrado. Trabalhou como solista de fagote na Symphonisches Orchester Berlin, na Nordwestdeutschen Philharmonie em Herford e na Sinfonieorchester Wuppertal. Colaborou com várias orquestras como Wiener Symphoniker, as Óperas de Dortmund e Düsseldorf, a Bournemouth Symphony Orchestra, a BBC Scottish Symphony Orchestra, e a Kurpfälzisches Kammerorchester Mannheim. Realizou várias master classes de fagote, entre outras no Conservatório do Porto, e na Wind Academy Mannheim. Está a atuar como solista nos concertos para fagote e orquestra como os concertos de Weber, Mozart, Hummel entre outros com diversas orquestras como o Bilkent Orchestra Ankara, SAP Kammerphilharmonie Heidelberg, Kurpfaelzisches Kammerorchester e outras. Gravou vários concertos a solo como o Duett-Concertino para Clarinete, Fagote e Orquestra de Richard Strauss com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, o concerto para fagote e orquestra de J. N. Hummel com a SAP Kammerphilharmonie, um CD com o Duo Concertant Lissabon (Fagote und Piano) e quatro CDs com os seus dois irmãos, o Trio 3, dois CDs com o seu Trio Cremeloque (Oboe, Fagote e Piano) e a primeira gravação do Concerto do Ernst Eichner em CD com a Orquestra da Câmera Palatina de Mannheim. Realizou tournées com diversas orquestras na Inglaterra, Holanda, Polónia, Itália, França, Espanha, Macau, Coreia do Sul , Tailândia, Índia, Japão, Suíça. Esta a dar master classes e concertos a solo em Brasil (Rio de Janeiro,UFRJ, Asunción (Paraguay) Montevideo (Uruguay) e Minneapolis, Estados Unidos (Universidade de Minneapolis, Minesota Bassoon Association) . De 1995 até 2016 foi Solista de fagote na Orquestra Metropolitana de Lisboa e Professor de Fagote na Academia Nacional Superior da Orquestra. Agora está a trabalhar como solista de fagote e na música da câmera e também como compositor, escreveu várias composições (para a Blaeserphilharmonie Mannheim, Clarinetucumulus para ensemble dos clarinetes, gravado em CD, para o Trio 3 D e outros). Está a colaborar também com a Universidade de Heidelberg e também na música antiga com instrumentos antigos.

 


PROGRAMA

 

LUDWIG VAN BEETHOVEN (1770-1827) - Sonata for Cello and Piano N.°4 opus 102 N.° 1 in C major
- Andante – Allegro vivace
- Adagio – Allegro vivace

 

LUDWIG VAN BEETHOVEN (1770-1827) - Duo para Fagote e Violoncelo
- Allegro comodo
- Larghetto sostenudo
- Rondo Allegretto

 

CAMILLE SAINT-SAËNS (1835-1921) - Sonata para Fagote e Piano op.168 (1921)
- Allegro moderato
- Allegretto scherzando
- Molto adagio
- Allegro moderato

 

GEORG FRIEDRICH HÄNDEL (1685-1759) - Sonata op. 2 n.º 8 para Violoncelo, Fagote e Piano em sol menor
- Andante
- Allegro
- Largo
- Allegro