logo
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
MUSEUM
COLLECTIONS
EXHIBITIONS
SERVICES AND ACTIVITIES
SHOP
WHAT’S NEW?
INFORMATION

Autenticação

Partilhar

Facebook Image

 Google Arts & Culture

.:: Solistas da Metropolitana - 5.º Concerto - CANCELADO PDF Print E-mail
Sábado, 21 de Março de 2020 // 18:00 h

Solistas da Metropolitana - Beethoven e António Chagas Rosa Quinto concerto da temporada 2019/2020 do ciclo “Solistas da Metropolitana” no Museu Nacional da Música. José Pereira e Joana Dias (violinos), Joana Cipriano (viola de arco) e Catarina Gonçalves (violoncelo) interpretam um programa dedicado a dois quartetos de corda, compostos com um intervalo de duzentos anos por Beethoven e Chagas Rosa. A entrada é livre condicionada à capacidade da sala.

 

PROGRAMA - BEETHOVEN E ANTÓNIO CHAGAS ROSA

 

Duzentos anos separam as datas de criação dos dois quartetos de cordas que se juntam neste programa. Em 1809, Viena vivia tempos conturbados. As tropas napoleónicas bombardearam e ocuparam a cidade, levando a aristocracia vienense a ocupar-se de diferentes assuntos, negligenciando o apoio aos artistas. Era o caso de Ludwig van Beethoven. As suas 5.ª e 6.ª sinfonias haviam sido estreadas no final do ano anterior, mas sem grande entusiasmo por parte do público. Por tudo isto, o músico atravessava um período difícil quando compôs este seu Op. 74, uma obra que também se conhece pelo nome de Quarteto Harpa – referência explícita a um breve momento do primeiro andamento em que as cordas são pulsadas com os dedos (pizzicato). Este não é, todavia, o aspeto mais notável de uma partitura que nos reserva bastante mais para descobrir. Por seu turno, em 2009, António Chagas Rosa recebeu do saudoso Manuel Dias da Fonseca a encomenda para compor um quarteto de cordas. A passo que na primeira melodia que se destaca no quarteto de Beethoven reconhecemos semelhanças com o BWV 789 de J. S. Bach, no caso da obra do compositor português sobressai desde início o primeiro tema d’A Arte da Fuga. Seis anos depois admitia numa entrevista que «o quarteto de cordas é uma formação dificílima de dominar», que «trai e intimida, simultaneamente». Acrescentava que, por isso, «senti em várias ocasiões na minha vida a necessidade de escrever para ou com quarteto de cordas, sim, mas no intuito de aprender a fazê-lo com competência. Não sei se o consegui, mas tentei…». Acrescentamos agora nós: conseguiu, admiravelmente.

 

ANTÓNIO CHAGAS ROSA (1960- ) - Quarteto de Cordas N.º 1

 

LUDWIG VAN BEETHOVEN (1770-1827) - Quarteto de Cordas N.º 10, Op. 74

 


SOLISTAS DA METROPOLITANA

 

Ciclo que contempla a realização, sempre às 18 h, de concertos de entrada livre de Música de Câmara por músicos da Orquestra Metropolitana de Lisboa.

 

02/11/2019 - De São Petersburgo a Paris
Nonna Manicheva e Juan Maggiorani (Violinos) / Joana Nunes (Viola) / Nuno Abreu (Violoncelo)
Obras de Borodin e Luís de Freitas Branco

 

06/12/2019 - Péchés de Jeunesse
Carlos Damas (Violino) / Jian Hong (Violoncelo) / Anna Tomasik (Piano)
Obras de Ivo Cruz (pai) e Debussy

 

15/02/2020 - Bomtempo e Vincent D'Indy
Alexêi Tolpygo e Ágnes Sárosi (Violinos) / Irma Skenderi (Viola) / Hugo Paiva (Violoncelo) / Francisco Sassetti (Piano)

 

29/02/2020 - Virtuosismo e Belcanto
Diana Tzonkova (Violino) / Ercole de Conca (Contrabaixo) / Anna Tomasik (Piano)
Obras de Bottesini, Verdi, Rossini e Paganini

 

21/03/20202 - Beethoven e António Chagas Rosa
José Pereira e Joana Dias (Violino) / Joana Cipriano (Viola de Arco) / Catarina Gonçalves (Violoncelo)

 

02/05/2020 - Romantismo Instrumental
Daniel Canas e Jérôme Arnouf (Trompas) / Daniela Radu (Violino) / Andrei Ratnikov (Viola) / Savka Konjikusic (Piano)
Obras de Schumann, Kahn e Brahms

 

+INFO: https://www.metropolitana.pt