logo
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
MUSEU
COLECÇÕES
EXPOSIÇÕES
SERVIÇOS E ACTIVIDADES
LOJA
NOVIDADES
INFORMAÇÕES

Autenticação

Partilhar

Facebook Image

 Google Arts & Culture

:: INICIO NOVIDADES
.:: Pedro Guerreiro e Joana Barata PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda-feira, 23 de Maio de 2022 // 18:00 h

Joana Barata e Pedro Guerreiro Recital de clarinete e piano por Pedro Guerreiro e Joana Barata. Organização: Museu Nacional da Música e Orquestra Sinfónica Juvenil. A entrada é livre.

 


PROGRAMA

 

JOHANNES BRAHMS (1833-1897) - Sonata em Fá menor, Op. 120 n.º 1
- Allegro apassionato
- Andante un poco Adagio
- Allegretto grazioso

 

HEINRICH SUTERMEISTER (1910-1995) - Capriccio para clarinet solo,

 

HENRI RABAUD (1873-1949) - Solo de Concurso, Op. 10

 

 

PEDRO GUERREIRO, clarinete

 

Natural de Santiago do Cacém, Pedro Guerreiro nasceu em 2001. Em 2011 iniciou os estudos musicais na Escola de Música Municipal de Santiago do Cacém como aluno de Guitarra Clássica. No final de 2012 entrou para a Escola de Música da Sociedade Recreativa Filarmónica União Artística onde iniciou a aprendizagem de clarinete e, mais tarde, passou a integrar a Banda Filarmónica.

 

Além de ter recebido vários Certificados do Quadro de Excelência Académica durante o seu percurso escolar, recebeu o Certificado do Quadro de Excelência Artística da Escola Secundária Manuel da Fonseca 2014/2015.

 

Em 2016 ingressou na Academia de Música de Santa Cecília onde concluiu o 12.º ano do Ensino Integrado de Música na classe de Clarinete do Professor João Pedro Santos.

 

Em 2017 participou, como integrante do coro infantil, na Ópera “O Monstro no Labirinto”, com a participação do Coro e Orquestra Gulbenkian, com encenação de Marie-Eve Signeyrole e direção musical de Quentin Hindley.

 

Participou em vários estágios de Orquestra e masterclasses de Clarinete com professores como Alejandro Moreno, Aleksander Tasic, António Saiote, António Salguero, Cândida Oliveira, Francisco Ribeiro, Giammarco Casani, Giovanni Punzi, Hedwig Swimberghe, Javier Llopis, Jérôme Comte, João Pedro Santos, John Cipolla, Jose Cabrera, Julia Heinen, Luís Gomes, Luís Santos, Luís Vargas, Manuel Jerónimo, Massimo Mazzonne, Miguel Costa, Paulo Gaspar, Valdemar Rodriguez, Vítor Pereira, Vítor Sousa e Yamileth Perez.

 

Em 2019 foi admitido na Escola Superior de Música de Lisboa, na classe do professor Manuel Jerónimo, onde frequenta atualmente o 3.º ano da Licenciatura em Música – Variante de Execução (Clarinete).

 

É Chefe de Naipe da Orquestra Sinfónica Juvenil. Bolseiro da Fundação EDP - OSJ na presente temporada.

 


JOANA BARATA, piano

 

Natural de Lisboa, iniciou o estudo de piano aos cinco anos de idade.

 

Estudou na Escola de Música de Nossa Senhora do Cabo com a professora Mariana Cruz e na ANSO com o professor Alexei Eremine (curso de Piano para Música de Câmara e Acompanhamento. Terminou a Licenciatura em Piano na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo, classe da professora Madalena Soveral, obtendo o Prémio Engenheiro António de Almeida.

 

Em Música de Câmara teve como orientadores Paul Wakabayashi e Ryszard Woycicki, entre outros. Paralelamente participou em cursos de aperfeiçoamento, quer a solo quer em formações de câmara. Apresentou-se em duo com flauta no Clube Literário do Porto; participou na produção operática (Companhia de Teatro do Algarve - “Efeito Imediato”), com encenação de José Lourenço; fez correpetição no Fantasma da Ópera na sua estreia em Portugal (2019). Colaborou com a OML no Atelier de Ópera desde 2014, apresentando-se em várias salas.

 

Integrou a Banda dos Bombeiros de Loures e Torres Vedras ao interpretar Carmina Burana de Carl Orff. Organiza o ciclo de concertos da Ulgueira (Sintra, Colares) desde a sua primeira edição em 2008. Foi pianista convidada no Festival Internacional de Trompete Almost 6, Festival Internacional de Saxofone de Palmela, Concurso Nacional Cidade do Montijo e Verão Clássico.

 

É pianista acompanhadora do Conservatório de Música do Porto e Academia de Música de Método Suzuki, entre outras escolas. Pianista acompanhadora, também, em concursos, concertos e recitais.

 

Atualmente colabora com a Associação Musical Lisboa Cantat e com a Associação Coral de Odivelas. Desempenha as funções de pianista acompanhadora na Escola Profissional Metropolitana e na Escola Artística de Música do Conservatório Nacional.