logo
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
MUSEU
COLECÇÕES
EXPOSIÇÕES
SERVIÇOS E ACTIVIDADES
LOJA
NOVIDADES
INFORMAÇÕES

Autenticação

Partilhar

Facebook Image

 Google Arts & Culture

:: INICIO NOVIDADES
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
«O canto da Ópera - De Monteverdi a Wagner»

Sábado, 3 de Fevereiro / 16:00


O Canto da Ópera de Monteverdi a WagnerDepois do sucesso das sessões anteriores, ressuscitamos O Canto da Ópera para uma viagem especial de Monteverdi a Wagner, como sempre sob a batuta de Paulo Barros Viana.

 

Esta sessão será uma síntese dos programas sobre os vários períodos da história da Ópera que tiveram lugar ao longo de 2006 (Barroco, Clássico, Pré-Romântico e Romantismo Tardio, Verdi e Wagner).

Entre cada período serão apresentadas árias de ópera cantadas ao vivo pelos seguintes cantores: Ana Duarte, Miguel Coelho, Marta Hogan, Mila Ferreira, Fernando Rosa, Carla Frade e Paulo Viana.

A enriquecer ainda mais esta sessão contaremos com a presença do Grupo Coral dos empregados do Banco BPI que irá interpretar alguns dos famosos coros das óperas «Nabuco», «Trovador» e «La Traviata». Acompanhando ao piano todos os momentos musicais estará José Paulo Sodré.

Contamos mais uma vez com a sua presença no Museu da Música. Apareça depois de almoço, venha tomar um café, conversar e ouvir ópera. O café está incluído no preço da entrada.

Paulo Barros Viana estudou canto com a Professora Cristina de Castro tendo tido algumas participações em diversos coros, na ópera do Teatro da Trindade e no teatro da Casa da Comédia. De muito cedo assíduo às temporadas de ópera e a todas as realizações que envolvem o canto da ópera, sempre desejou um dia poder falar de uma forma simples e sistematizada sobre a magia da ópera, seus compositores, cantores e encenações. No ano de 2005 surgiu essa oportunidade numa simpática Galeria de Arte no Bairro Alto, “Maria Lucília”, onde efectuou várias “Conversas sobre Ópera” que chamaram amigos e desconhecidos. Repete agora a experiência no Museu da Música.