logo
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
MUSEUM
COLLECTIONS
EXHIBITIONS
SERVICES AND ACTIVITIES
SHOP
WHAT’S NEW?
INFORMATION

Newsletter




Autenticação

Partilhar

Facebook Image

 Google Arts & Culture

Canto da Ópera PDF Print E-mail

 

Canto da Ópera

Conversas sobre ópera com Paulo Barros Viana

 


A ópera vai ter lugar reservado no Museu da Música em alguns sábados dos próximos meses. Pela mão de Paulo Barros Viana, vamos viajar pelo mundo da ópera e, de uma forma simples, falar sobre os seus principais elementos constitutivos, conhecer os principais períodos da sua história bem como os principais compositores, lembrar cantores famosos, ouvir árias emblemáticas e muito muito mais, inclusive algumas surpresas.

Conhece os veristas italianos? A ópera barroca? As óperas de Mozart? Então não deixe de se preparar para o canto da Ópera no Museu da Música. Depois de almoço, venha tomar um café ao Museu da Música, conversar e ouvir ópera. O café está incluído no preço da entrada.

A temporada de conversas inicia-se já este Sábado, 11 de Março, pelas 15:00 h, com o período barroco. Seguir-se-ão conversas sobre o período clássico, os pré-românticos, Verdi e Wagner.

11.03.2006 – 15:00 h – Período Barroco
29.04.2006 - 15:00 h – Período Clássico - Mozart
13.05.2006 - 15:00 h - pré-românticos
13.06.2006 - 15:00 h - Verdi
23.09.2006 - 15:00 h - Wagner

PAULO BARROS VIANA
Estudou canto com a Professora Cristina de Castro tendo tido algumas participações em diversos coros, na ópera do Teatro da Trindade e no teatro da Casa da Comédia.

De muito cedo assíduo às temporadas de ópera e a todas as realizações que envolvem o canto da ópera, sempre desejou um dia poder falar de uma forma simples e sistematizada sobre a magia da ópera, seus compositores, cantores e encenações.

No ano de 2005 surgiu essa oportunidade numa simpática Galeria de Arte no Bairro Alto, “Maria Lucília”, onde efectuou várias “Conversas sobre Ópera” que chamaram amigos e desconhecidos. Repete agora a experiência no Museu da Música.